Alambiques – Uniões Rebitadas

Inspirados nas tradições mouras, estes alambiques são os mais utilizados na Península Ibérica e no sul da Europa. As diferentes partes do pote são unidas por rebites, um processo de construção tradicional e muito antigo. Entre o pescoço de cisne e o recipiente de condensação existe uma união rápida, que visa impedir a fuga de vapores. O recipiente de condensação possui um tubo de entrada de água na sua base e outro de saída, no seu topo, assim, a água circula na direcção oposta dos vapores descendentes. Contrariamente aos modelos maiores, aconselhados para quem possua o conhecimento e espaço exigidos para a sua utilização, os mais pequenos são ideais para uso doméstico.

Comments are closed.

Privacy Preference Center

Necessary

Advertising

Analytics

Other